· 

O segredo do sucesso de Star Wars

Baby Yoda, grande sucesso de histórias recentes de STAR WARS na série MANDALORIAN (Disney +)
Baby Yoda, grande sucesso de histórias recentes de STAR WARS na série MANDALORIAN (Disney +)

STAR WARS, ou Guerra nas estrelas é um filme de ficção clássico com mais de 30 anos de história, passando de gerações e uma infinidade de produtos, brinquedos, fan toys, (como o baby Yoda da série Mandalorian, a parte do filme até o momento que sabemos) etc.

A história está prestes a terminar a saga de nove filmes em dezembro de 2019, conta com os heróis cavaleiros Jedi, como Luke Skywalker e agora a mocinha Rey, Finn e demais personagens, robôs, alienígenas lutando contra o lado negro da força. Depois de analisar vários canais geeks do youtube e artigos em inglês de diversas fontes, percebemos o quão eficiente é ou não o marketing que envolve Star Wars. Pensamos que sim a Disney começou mal com os fãs mas aos poucos tá acertando a mão na massa. Eles simplesmente são bons em contar histórias não é verdade? E qual o segredo de todo esse sucesso?

Simples, em meio a tantas mídias e a falta de atenção dos consumidores, o storytelling, é o que prende o foco das pessoas.

 

Um dos tipos de histórias que todos gostam de ouvir é a famosa jornada do herói. Vamos explicar com mais detalhes a seguir.

 

A jornada do herói na arte de contar histórias.

 

É um padrão narrativo de contadores de histórias por trás de dramas populares, histórias, mitos, lendas e até rituais religiosos.

 

No livro de 1949, O Herói com Mil Faces, o estudioso Joseph escreve sobre a Jornada do Herói:

 

"A aventura de herói habitual começa com alguém de quem algo foi tirado ou que sente que falta algo na experiência normal disponível ou permitida aos membros da sociedade".

 

“A pessoa então parte em uma série de aventuras além do comum, para recuperar o que foi perdido ou descobrir algum elixir vivificante. Geralmente é um ciclo, uma vinda e um retorno. "

créditos Leelah Marketing Digital
créditos Leelah Marketing Digital

Uma introdução ao método da "jornada do herói" de contar histórias (Storytelling)

 

Seu produto ou serviço provavelmente resolverá um problema para seus clientes ou atenderá a necessidades e desejos particulares. Por mais chato que você veja esse produto, ele fica dentro de um 'arco da história' que sempre pode ser interessante para os consumidores que enfrentam os desafios que ele resolve.

 

No livro de Joseph Campbell, O Herói com Mil Faces, um padrão básico de narrativa é definido como um 'monomito' ou 'jornada do herói'. Esse é um padrão que pode ser visto em uma ampla gama de histórias de todo o mundo. Essencialmente, os protagonistas de uma história passam por vários estágios comuns, como abaixo:

 

O Monomito

 

Desde The Homer's Odissey, a Romances medievais e aventuras modernas de ficção científica, como Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança e Avatar, essa história persiste:

 

O protagonista é inspirado para ir em uma aventura.

Esta aventura apresentará vários desafios que tirarão o protagonista de seu ambiente conhecido.

O protagonista encontrará um mentor ou passará por algum treinamento específico para cumprir sua missão.

Há uma série de desafios de desafios e tentações para o protagonista superar.

O protagonista supera esses desafios, culminando em um confronto final crítico.

O protagonista completa a missão e é posteriormente recompensado por seus esforços (em muitas histórias, isso normalmente ocorre através da realização do amor, como Odisseu voltando para casa para reconquistar sua esposa Penelope).

 

Usando Star Wars como exemplo, o arco da história é facilmente reconhecível em vários outros filmes de sucesso como: MATRIX, O GLADIADOR, O REI LEÃO, AVATAR, etc

 

Luke Skywalker é um indivíduo jovem e romântico, vivendo em um planeta desolado com sonhos maiores.

Ele encontra dois dróides robô, que informam que a Princesa Leia precisa de ajuda para escapar do império do mal.

A mensagem o leva a Obi Wan Kenobi, um Cavaleiro Jedi que começa a mostrar a Luke os caminhos da força.

Obi Wan leva Luke para longe de seu planeta natal, a fim de salvar a princesa.

Com a ajuda de novos personagens, Luke resgata a princesa, mas agora enfrenta o maior desafio de derrotar o Império, destruindo a Estrela da Morte.

Depois que a frota de combatentes rebeldes sofre pesadas perdas, Luke consegue destruir a Estrela da Morte com a ajuda de um de seus novos companheiros e seu ex-mentor.

Lucas é recompensado em uma cerimônia de medalha.

Podemos usar esse tipo de arco de história em uma estratégia de marketing de conteúdo, trocando o protagonista pelo cliente e, em seguida, oferecendo orientação pelo conteúdo e a promessa de recompensa (ou conclusão da missão) do produto. Por exemplo:

 

Joe é um gerente de marketing de 28 anos, aparentemente inconsciente do potencial dos dados de sua empresa.

Ele lê um blog que fala sobre o potencial de ter um forte gerenciamento de dados e relatórios.

Ele descobre que sua empresa tem pouco entendimento interno do valor potencial.

Ele continua a ler o conteúdo do blog, logo descobrindo que esta empresa também oferece um produto que pode resolver os problemas de gerenciamento de dados de sua empresa.

Embora o produto possa resolver os problemas, ele encontra problemas de política interna e de TI que podem impedir sua implantação.

Eventualmente, Joe consegue contornar a política interna por meio de uma reunião com o Diretor de TI. A solução do produto está implantada.

O novo gerenciamento de dados leva a um aumento na receita da empresa e Joe é promovido.

Embora a segunda história dificilmente torne o público tão empolgado quanto um dos filmes de maior sucesso de todos os tempos, pode ajudar a moldar uma estrutura relevante para o seu plano de marketing de conteúdo. Por exemplo, a partir da potencial "missão" de Joe, você pode configurá-la da seguinte maneira:

 

Mês um - identifique os possíveis problemas dos clientes e crie conteúdo para ajudá-los a enfrentar os desafios.

 

Mês dois - Crie conteúdo sobre o produto e os benefícios que ele apresenta para enfrentar os possíveis desafios.

 

Mês três - Crie conteúdo sobre como enfrentar conflitos internos da empresa e informe os clientes em potencial sobre como enfrentar esses desafios específicos.

 

Uma vez superados esses desafios (através da compra do produto), oferecer algo como recompensa ao cliente. Pode ser um conteúdo exclusivo, taxas mais baixas em novas compras ou recompensas não financeiras.

Este arco da história tem uma boa compreensão do protagonista (que pode ser definido por suas personas), seus desafios e como você pode resolvê-los. É um ótimo lugar para começar!

 

E aí pronto para escrever uma história de sucesso? Existem outras possibilidades no branding, não só a do herói, mas também outras abordagens criativas como o fora da lei, o governante, etc. Mas isso é assunto pra outro post.

Compartilhe a leitura e fique ligado aqui!